http://bazingastore.files.wordpress.com/2010/07/blur1.jpg

  • Plataforma: PS3, XBox 360, PC
  • Produtora: Bizarre Creations
  • Data de Lançamento: Maio 2010

Blur representa uma combinação de vários títulos de corridas que ao longo dos anos levaram os fãs a pensar que não havia mais nada de novo a experimentar no género. Se pensam que os jogos de corridas estão a ficar repetitivos e aborrecidos, a Bizarre Creations gostaria de vos dar uma palavrinha. Esta empresa responsável pelo bem sucedido Project Gotham Racing e especialista em dar aos fãs o que eles realmente procuram num videojogo, está preparada para inovar com este seu mais recente título. Agora que esta produtora faz parte da Activision, a Bizarre Creations prepara-se para “desencantar” Blur, o (possível) jogo de corridas mais inovador do ano.

À primeira vista os gráficos parecem estar como o esperado, com bonitas paisagens, carros bem detalhados e um ambiente bem característico fora das pistas. Tudo isto claro, para dar uma sensação mais Arcade e envolvente aos jogadores. O som dos carros é de um realismo a que os jogos modernos já nos habituaram, com o ruído dos motores em perfeita sintonia com o chilrear dos pássaros… bem, talvez se sobreponha um pouco, mas o que importa é que parece estar tudo muito bem pormenorizado.

https://i1.wp.com/i.telegraph.co.uk/multimedia/archive/01650/blur-game1_1650015c.jpg

A jogabilidade advinha-se ser mais do mesmo, condução ao estilo Need for Speed e um must que hoje em dia é obrigatório nos jogos de corridas: danos nos veículos. É verdade, Blur irá incorporar o sistema de danos nos carros para aumentar ainda mais a sua credibilidade dentro do género. E vocês perguntam: “Parece que vão haver power-ups, certo?!” Ao que eu respondo: “É já a seguir!”

O melhor exemplo da condução Arcade que podemos encontrar em Blur é o sistema de power-ups, pequenos “presentes” que vamos encontrando ao longo das corridas. O jogador irá ter a possibilidade de carregar dois power-ups no seu veículo e posteriormente lançá-los sobre os seus adversários. Normalmente quando se fala em power-ups, vêm logo à cabeça montes de foguetes, mísseis e granadas que dão lugar a valentes explosões, não é? Em Blur isso não acontece, pois a Bizarre Creations já anunciou que este sistema irá ser mais estratégico em termos da corrida em si, ou seja, usar power-ups como se não houvesse amanhã não garante a vitória. Para chegarmos em primeiro à meta, vai ser necessário combinar muito bem as nossas habilidades como condutores com este sistema que conta com power-ups como o famoso nitro, “ondas especiais” que atrasam os adversários e entre outros.

https://i1.wp.com/www.geek.com/wp-content/uploads/2010/06/Blur-screenshot-003.jpg

A Bizarre Creations prometeu aos fãs uma inteligência artificial bem trabalhada em Blur, e ao que parece essa promessa tem boas bases para o seu sucesso. O jogo irá contar com um inovador sistema de personalidades dos adversários, em que consiste em dar aos nossos oponentes na pista um estilo próprio e característico. Por exemplo, alguns condutores gostam de fazer o adversário voar com todos os power-ups que consiga encontrar, enquanto que outros optam por uma condução mais clássica, dando uso apenas ás suas habilidades ao volante para conseguirem a vitória. É com certeza uma ideia atrevida da Bizarre ao dar personalidades aos nossos adversários, mas não acabará por ser demasiado repetitivo e previsível?

Tal como o esperado, o modo online apresenta-se em Blur como o modo de jogo mais apetecível para os fãs do asfalto. Neste modo, cada corrida irá ter um limite de 20 jogadores a competirem entre si, e à parte deste pormenor, todas as corridas irão ser totalmente personalizáveis. Podem optar por vários estilos como por exemplo as corridas de força bruta, em que todos os power-ups do jogo estão disponíveis e dando assim mais oportunidades para fazer o vosso adversário “comer o vosso pó”. Mas se estiverem a fim de experimentar o estilo realista de Blur, podem desactivar os power-ups das corridas, e assim usarem apenas as vossas skills como condutores. No modo multiplayer offline, é possível jogarem até 4 jogadores ao mesmo tempo com o ecrã dividido.

https://i1.wp.com/gamerate.net/img/games/177/big4.jpg

A Bizarre Creations tem a ambição de mostrar as suas capacidades em criar jogos de corridas Arcade, o que acaba por fazer de Blur uma mistura entre o incrível e o realismo. Se gostaram da boa surpresa que foi Project Gotham Racing, Blur é um jogo a receber com pensamentos positivos e que até se pode tornar num viciante e alucinante jogo de corridas.

Article date creation: 05/22/2010, Temple Games PT
Anúncios