Após termos controlado Batman pelo asilo de Gotham e pelas ruas tenebrosas da cidade, o justiceiro negro está de volta. Arkham Origins, tal como o nome indica, marca o regresso do herói às origens de Bruce Wayne, alguns anos antes dos eventos de Arkham Asylum.

Batman: Arkham Origins será lançado ainda para os consoles desta geração: PS3, Xbox 360, Wii U e PC. Que poderemos esperar desta “nova” aventura?

Batman menos refinado mas com imensos inimigos… como habitual

Em Origins Batman é obviamente o herói e a personagem principal. Contudo não esperem um Batman super poderoso e cheio de truques como era possível assistir nos dois outros jogos da série. Ele está menos refinado, ou seja, os seus ataques assemelham-se a um lutador de artes marciais que ainda está a aprender e a subir de cinturão. Joker não podia deixar de marcar a sua presença no jogo e está de volta para atormentar o nosso herói.

Deathstroke é um novo inimigo a ter em conta. A partir do trailer oficial já lançado pela Warner Bros. Games Montreal, Batman e Deathstroke aparecem travando uma batalha intensa. No fim do trailer aparece Deadshot, também ele estreante na série Arkham e que juntamente com outros vilões prometem dar muito que fazer ao jogador. Entre eles estão também Bane e Penguin.

Não é só de vilões que vive Origins

Certamente estão todos familiarizados com a trágica história de Batman. Perdeu seus pais muito cedo, foi acolhido por Alfred Pennyworth, o seu mordomo atual e passou a vida lutando contra a injustiça. Arkham Origins tem um aditivo muito especial: pretendo aprofundar a história entre Batman e Alfred, onde poderemos ver muitas vezes disputas entre os dois por não terem os mesmos princípios de vida.

Arkham Origins marca também o início do confronto de Batman com todos os vilões descritos anteriormente. Uma vez que vem estando habituado a lutar apenas contra criminosos de baixa categoria, este será um novo teste às capacidades do herói. Tal como é possível visualizar no trailer, Deathstroke confronta Batman na noite de Natal e o persegue após este ter desmantelado um bando de ladrões e ter feito mais uma das suas rondas noturnas.

Jogabilidade apresenta várias alterações

As maiores novidades provavelmente residem no sistema de jogabilidade. O controle de Batman é similar aos seus predecessores, mas novos gadgets foram introduzidos para ajudar Batman a não parecer tão novato como pode parecer.

  • The Remote Claw é um desses novos gadgets. Agora é possível selecionar dois alvos e puxá-los na nossa direção simultaneamente para os derrotarmos de uma forma mais rápida;
  • É finalmente introduzido na série um sistema rápido de transporte. É ele o Batwing, o avião de Batman que pode ser chamado remotamente a qualquer altura do jogo, no entanto não pode ser controlado pelo jogador. Para obter o Batwing, é necessário apoderarmo-nos das torres espalhadas pelo mapa para nos podermos transportar facilmente com este novo gadget.
  • Alguns gadgets estão de volta após marcarem presença em Arkham City. Entre eles estão o “hackeador de consoles de segurança” Cryptographic Sequencer, a arma Batarang e o já conhecido gel explosivo.

O modo de combate foi ligeiramente alterado. Para compensar os jogadores mais habilidosos, foi introduzido um sistema que classifica a eficiência do jogador nos combates corpo-a-corpo, nomeadamente se causam muito dano, se o evitam e a frequência da utilização de gadgets.

Batman, o detective!

Em Origins Batman pode ainda não ser o herói poderoso que gostaríamos que fosse, no entanto tem uma vantagem: é um excelente detective! O jogador pode agora analisar melhor as cenas do crime e procurar por provas escondidas e posteriormente criar hologramas e representações fiéis dos crimes ocorridos. Para analisar o conteúdo, basta aceder ao Batcomputer.

Batman: Arkham Origins promete manter e incrível qualidade que a saga tem vindo proporcionando aos fãs. Seu lançamento está previsto para 25 de Outubro de 2013 e até lá certamente teremos mais novidades e trailers para analisar.

Género: Antevisão
02/06/2013
Anúncios